Associação Portuguesa de Psicogerontologia

Depressão nos idosos triplica em lares de 3ª idade

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Partilhar no LinkedIn

Depressão nos idosos triplica em lares de 3ª idade

Segundo notícia publicada no jornal Destak, “Dentro dos próximos dez a quinze anos, pelo menos 20% da população ibérica será composta por indivíduos com mais de 65 anos, dos quais cerca de 10% sofrerão de depressão e 8% de outras patologias como as demências”, prevê Manuel Martín Carrasco, director da clínica Padre Menni. O tema foi debatido numa sessão sobre “Prevenção da Depressão na 3ª Idade”, que decorreu ontem no âmbito do V Congresso Nacional da Sociedade de Psiquiatria e Saúde Mental. A população feminina será, à partida, o género mais atingido, uma vez que tem ao longo da vida maior tendência a sofrer de depressão, cita o Destak. Contudo, as mulheres têm maior capacidade de resposta face ao diagnóstico uma vez que tem melhores redes sociais, são mais activas nas lides domésticas e mantêm-se produtivas, nomeadamente, no apoio à educação dos netos. Para Manuel Martín Carrasco, “os familiares devem estar atentos aos sinais transmitidos, nomeadamente, nas mudanças de comportamento: desinteresse nas actividades anteriormente praticadas, má qualidade do sono, diminuição de apetite, perca de peso e isolamento”.

Associação Portuguesa de Psicogerontologia

A Associação Portuguesa de Psicogerontologia-APP, Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos e de âmbito nacional, dedica-se às questões biopsicológicas e sociais inerentes ao envelhecimento e às pessoas idosas, visa a promoção da dignificação, respeito, saúde, autonomia, participação e segurança das pessoas idosas, num quadro de envelhecimento ativo e de solidariedade intergeracional, e de uma sociedade mais inclusiva para todas as idades, promove novas mentalidades e combate estereótipos negativos relativamente à idade e ao envelhecimento.

Artigos Relacionados