Associação Portuguesa de Psicogerontologia

H-I-J

 

H

 

15

O homem perante a mortePhilippe Ariès

31

História da velhice no OcidenteGeorges Minois

40

Handbook of the biology of agingEdward J. Masoro, Steven N. Austad (Ed)

88

Handbook of the psichology of agingJames E. Birren, K. Warner Schaie (Ed)

116

Hormones, gender and the aging brain – the endocrine basis of geriatric psychiatryMary F. Morrison (Ed)

158

Handbook of the psichology of agingJames E. Birren, K. Warner Schaie (Ed)

218

Human developmentDiane E. Papalia, Sally W. Olds, Ruth D. Feldman

273

Health care for the elderly – a manual for primary health care workersGhada Hafez, Kalyan Bagchi (Ed)

295

Handbook of medical psychiatryDavid P. Moore, James W. Jefferson

330

Handbook of clinical nutricionDouglas C. Heimburger, Roland L. Weinsier

360

Handbook of geriatric assessmentJoseph J. Gallo, Hillary R. Bogner, Terry Fulmer, Gregory J. Paveza

   

I

20

O idoso – problemas e realidadesFormasau

91

Interdisciplinarité en gerontologieRéjean Hébert (Coord)

191

Inquérito à ocupação do tempo 1999Instituto Nacional de Estatística (Ed)

212

Introdução à gerontologiaJ. Martins Correia

226

Indicadores sociais 1999Instituto Nacional de Estatística (Ed)

233

O inconsciente – vol. IJaime António Guedes S. Lopes

234

O inconsciente – vol. IIJaime António Guedes S. Lopes

242

Inquérito estatístico da APP – avaliação das necessidades motivacionais Daniel Santos Silva

279

Indicadores demográficosInstituto Nacional de Estatística (Ed)

305

Intervenções para aumentar a adesão terapêutica em patologias crónicasAntónio Bugalho, António Vaz Carneiro

347

Indice nacional terapêutico 

365

A idade da sabedoria: maturidade e envelhecimento Helena D’Orey Marchand

369

Investigação em saúde – reflexões avulsas Daniel Serrão

 

387

O idoso institucionalizadoSandra Cardão

Associação Portuguesa de Psicogerontologia

A Associação Portuguesa de Psicogerontologia-APP, Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos e de âmbito nacional, dedica-se às questões biopsicológicas e sociais inerentes ao envelhecimento e às pessoas idosas, visa a promoção da dignificação, respeito, saúde, autonomia, participação e segurança das pessoas idosas, num quadro de envelhecimento ativo e de solidariedade intergeracional, e de uma sociedade mais inclusiva para todas as idades, promove novas mentalidades e combate estereótipos negativos relativamente à idade e ao envelhecimento.

Artigos Relacionados