Associação Portuguesa de Psicogerontologia

SEMINÁRIO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONCEÇÃO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS | CANDIDATURAS ABERTAS | ISCTE-IUL

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Partilhar no LinkedIn

SEMINÁRIO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CONCEÇÃO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS | CANDIDATURAS ABERTAS | ISCTE-IUL

Seminário de Especialização em
Conceção e Avaliação de Projetos
 http://gci.iscte-iul.pt/ensino/images/ipps_cap.jpg
Apresentação

Cada vez mais se incentiva o trabalho por projetos orientados para a resolução dos problemas e desafios colocados na intervenção social e organizacional. O trabalho por projeto subentende a utilização de um conjunto de métodos e ferramentas que facilitam a sua execução mais eficaz. Este seminário pretende justamente dotar os alunos de capacidades para que permitam a conceção, planeamento, implementação e avaliação de diferentes tipos de projetos de intervenção social e organizacional.

Coordenador / Corpo Docente

Maria Manuela Calheiros e Sibila Marques

Destinatários

Este curso destina-se a todos aqueles que tenham interesse em aprofundar os seus conhecimentos nas áreas do desenho, implementação e avaliação de projetos nas mais diversas áreas sociais e organizacionais (ex. técnicos de intervenção social, gestores, coordenadores de projetos privados ou públicos, etc.).

Candidaturas

De 14 de setembro de 2015 a 6 de janeiro de 2016

Data de realização

De 18 a 23 de janeiro de 2016

Local

ISCTE-IUL, Av. das Forças Armadas, 1649-026 Lisboa

Horário

Pós-laboral

Informações e Candidaturas
www.ipps.iscte-iul.pt
CONTATOS

IPPS Instituto para

as Políticas Públicas e Sociais

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa
(+351) 210 464 021

geral.ipps@iscte.pt

Associação Portuguesa de Psicogerontologia

A Associação Portuguesa de Psicogerontologia-APP, Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos e de âmbito nacional, dedica-se às questões biopsicológicas e sociais inerentes ao envelhecimento e às pessoas idosas, visa a promoção da dignificação, respeito, saúde, autonomia, participação e segurança das pessoas idosas, num quadro de envelhecimento ativo e de solidariedade intergeracional, e de uma sociedade mais inclusiva para todas as idades, promove novas mentalidades e combate estereótipos negativos relativamente à idade e ao envelhecimento.